Por certo, é comum surgirem dúvidas no momento da escolha dos padrinhos, isso porque muitas vezes não queremos desapontar ninguém. Mas você conhece e entende o verdadeiro significado te ter e ser padrinho? Sobretudo, os padrinhos são escolhidos para testemunhar um momento importante na vida de alguém. Assim sendo, existem os padrinhos ligados a alguma celebração religiosa, como os padrinhos de batismo, o padrinho de crisma e também os do casamento. Em suma, o dever desses padrinhos estão ligados a caminhada religiosa e espiritual dos afilhados. Todavia, também existem padrinhos que são escolhidos para a formatura e também os padrinhos do casamento no civil.

Em suma, os padrinhos são figuras de respeito e confiabilidade pelos afilhados, cabe aos padrinhos a responsabilidade de orientação e suporte nos momentos de dificuldade.

 

A escolha dos padrinhos para ritos religiosos:

A saber dentro da igreja católica existem 7 sacramentos que são remetidos aos fiéis praticantes da religião. Dentre eles três são bem conhecidos pela sociedade, e que também inclui a presença dos padrinhos para o acontecimento da celebração, sendo eles: Batismo, Crisma e Matrimônio.

 

Padrinhos de Batismo:

Primordialmente, a religião católica é tradição que os fiéis recebam os sacramentos da igreja, segundo a religião. Dessa forma, é comum que os pais escolham os padrinhos de seus filhos, enquanto ainda estão grávidos. Ao passo que a gravidez vai evoluindo e chegando o momento do nascimento do bebê, os padrinhos já criaram um vinculo especial com o afilhado. Nesse sentido, o batismo representa a iniciação da criança na vida cristã, e assim ela é inserida como um novo membro na igreja. Por isso se faz necessário os padrinhos, a função dos padrinhos é testemunhar e zelar pela caminhada de fé e vocacional de seu afilhado. Por conseguinte, o rito do batismo também está presente em outras religiões, porém não são todas que necessitam dos padrinhos.

Padrinho de Crisma:

Igualmente,  o padrinho de crisma deve zelar pelo compromisso do jovem com a igreja, e aqui a escolha deve ser feita pelo crismando. Aliás é durante o crisma que ele confirma a fé na qual foi batizado, por isso, o padrinho também deve estar comprometido com a sua religião.

Padrinhos de casamento:

Em suma, os padrinhos de casamento devem ser pessoas com um grande grau de afinidade com os noivos, e estar sempre presente na vida do casal. Assim como os casos acima, caberá aos padrinhos de casamento o auxilio e presença fiel na vida do casal. Além disso, os padrinhos devem sempre prezar pela boa relação do casal e sempre que necessário ajuda-los a manter a saúde e o respeito dentro do relacionamento.

A escolha dos padrinhos de casamento:

Enfim, os padrinhos de casamento são escolhidos para testemunhar a união de um casal, existindo assim dois tipos de padrinhos para a ocasião. Mas porque dois tipos? Em suma, o casal pode optar por realizar duas cerimônias de casamento, sendo elas a civil e a religiosa. Semelhantemente aos demais, cabe aos padrinhos de casamento orientar e acompanhar a vida dos noivos, ajudando-os nas dificuldades rotineiras da vida a dois. Assim sendo, é recomendável que os padrinhos de casamento sejam próximos e participem com frequência da vida dos noivos.

 

Testemunhas do casamento no civil:

Antes de mais nada esses presenciam e testemunham a união perante e segundo a lei dos homens. Isto é, os padrinhos do civil irão junto aos noivos assinar o documento oficial de união. Por mais que seja um momento especial para o casal, não é necessário o comparecimento e testemunho de todos os padrinhos do religioso. Aliás, as testemunhas do civil não precisam ser as mesmas já escolhidas para o casamento na igreja, mas é importante que elas convivam e conheçam o casal. Nesse sentido escolha dois casais para presenciar a união civil e testemunhar oficialmente a união. A saber são necessárias de pelo menos duas testemunhas para que a cerimônia civil aconteça e seja válida perante a lei.

 

A escolha dos padrinhos para a cerimônia religiosa:

Seja como for, os padrinhos de casamento carregam esse termo pois foi assim que a sociedade denominou os amigos que participam com mais afinco da cerimônia. De acordo com a igreja católica os “padrinhos” de casamento, na verdade também são testemunhas da união religiosa. Além disso, os padrinhos do religioso ajudam os noivos na organização e preparação daquilo que for necessário para a realização do casamento.

 Antes que você saia fazendo a escolha dos padrinhos é importante ressaltar que a escolha deverá partir de você e de seu companheiro(a). Por isso nada de querer agradar a todos e convidar por exigências dos pais, ou por sentimentos de obrigação. Além disso, poderão surgir os famosos autoconvites, saiba pontuar e dizer não quando for necessário. Em síntese a escolha é sua e a única pessoa que você precisará agradar com ela é com a outra metade principal da cerimônia: o noivo ou a noiva! Portanto considere convidar aqueles que convivem diariamente com o casal e que se importem com a felicidade de ambos. Ainda assim, escolha familiares e amigos que sempre quando necessário proferiram apoio e bons conselhos para o bem-estar do seu relacionamento.

Todavia, não existe um padrão exato de quantos padrinhos convidar para o religioso, ficando a escolha do casal. Em contrapartida, lembre-se que se eles forem ficar próximos ao altar, o local deverá comportá-los confortavelmente. Dessa forma, não exagere nos convites para agradar a todos, chame os mais próximos e que farão mais sentido estarem com vocês nesse momento.

A relação dos padrinhos com os afilhados:

Sobretudo, os padrinhos devem ser escolhidos de acordo com a proximidade e grau de intimidade com você e com sua família. Dentre os deveres dos padrinhos, o principal é que ele acompanhe e participe da vida do afilhado, e também que esteja presente dando suporte ao casal. Ser padrinho, é doar conselhos, doar amor, doar carinho, doar uma palavra amiga, doar-se sem interesse e sem esperar nada em troca. Ser padrinho é ser amigo, mas também possuir a figura de um pai, ser padrinho é ser presente em todas as situações.

Então para você que está na dúvida, faça uma lista dos seus amigos e familiares e pense nos motivos e nos momentos que viveram juntos. Certamente, você encontrará vários motivos que expliquem a sua escolha, mas, o motivo mais forte será sempre o amor!

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13:1-7).

Contudo, a missão da Millenium é celebrar e comemorar com você todas as formas de amor que existe. Amor entre casais, amor entre pais e filhos, amor entre amigos, amor entre a família e entre todas as relações. Nosso espaço foi pensado e planejado para realizar o seu sonho e a sua história de amor. Cada cantinho da Millenium é cercado de significados, repletos de sentimentos e muitas emoções. Aqui é o local que você pode rir e chorar ao mesmo tempo, mas suas ações e reações estarão sempre carregadas de bons sentimentos e principalmente de amor!